Ajuda para o MetaEditor

Dados Comuns

Diferentes tipos de aplicativos podem ser criados no MetaEditor: Experts, indicadores, scripts, bibliotecas e arquivos inclusos. As partes destes aplicativos podem ser criadas automaticamente com um template, usando o Assistente MQL4/MQL5.

O propósito da programação é de facilitar a vida do investidor e também para expandir as facilidades do terminal cliente. Os seguintes objetivos podem ser alcançados usando os programas:

  • A automação de diferentes processos conectados com a negociação e a análise em um nível que o desenvolvedor requer;
  • A redução do impacto emocional, ou até a sua completa eliminação, na negociação;
  • A expansão das funções do terminal. O terminal cliente satisfaz, obviamente, mais de 80% das necessidades dos investidores. A possibilidade de programar na linguagem MQL4/MQL5 é direcionada para cobrir tais demandas quase completamente.

Para desenvolver programas que podem ser executados no terminal cliente, deve-se saber um monte de informações:

  • MQL4/MQL5
    A linguagem MQL4/MQL5 é uma linguagem orientada a objetos de alto nível, que é semelhante a C++ em sua sintaxe. Há um livro de referência sobre essa linguagem construída no MetaEditor que permite encontrar rapidamente as informações desejadas sobre uma determinada função. As instruções de como trabalhar com ele são dadas na seção correspondente.
  • Estrutura de Catálogos e Arquivos
    É uma etapa fácil, mas importante, saber a estrutura de armazenamento dos arquivos ligados com a programação do terminal cliente e a estruturação correta dos projetos. Isso permite a fácil orientação entre os arquivos e evita-se lixo.
  • Projetos
    A possibilidade de criação de um projeto destina-se a ordenar o armazenamento de dados. Trabalhar com projetos significa a colocação de arquivos, os quais se referem os projetos, em suas próprias subpastas. Essas subpastas adicionais serão reconhecidas pela janela "Navegador" do MetaEditor e do terminal cliente, o que irá evitar a mistura dos arquivos de origem. Além disso, vai facilitar o processo de desenvolvimento.
  • Escrever código fonte
    Para escrever o código fonte de programas, existem diferentes funções implementadas no MetaEditor destinadas a tornar esse processo mais fácil: controle inteligente, os recursos da procura e substituição automática e também o estilo do código-fonte automático para aumentar a sua legibilidade.
  • Compilação
    Uma vez que o código-fonte de um programa é escrito, ele deve ser traduzido para a linguagem de máquina. Este processo é chamado compilação. O resultado de uma compilação bem sucedida é o arquivo executável (*.EX5) do programa, que pode ser utilizado para os fins projetados no terminal cliente.
  • Depuração
    É realmente difícil evitar erros ao escrever programas bastante complexos. O MetaEditor possui um depurador interno que ajuda a resolver este problema. A depuração passo-a-passo, com a observação dos valores de expressões obtidas em diferentes etapas da execução do programa, permite completar o programa na sua disposição final.